Princípios Ético-Legais Fundamentais

Declaração de Ética

Como parte dos nossos esforços para melhorar a qualidade da revista, gostaríamos de sublinhar a importância de manter elevados padrões éticos na publicação de artigos na Revista Onco.News. Na nossa atividade editorial, estamos a trabalhar no sentido de adotar os Principles of Transparency and Best Practice in Scholarly Publishing criados pelo Committee on Publication Ethics (COPE), o Directory of Open Access Journals (DOAJ) e a Open Access Scholarly Publishers Association (OASPA). Estes Princípios podem ser consultados em http://publicationethics.org/files/u7140/Principles_of_Transparency_and_Best_Practice_in_Scholarly_Publishing.pdf.

Estamos ainda a trabalhar no sentido de adotar as Code of Conduct and Best Practice Guidelines for Journal Editors, visível em http://publicationethics.org/files/Code_of_conduct_for_journal_editors.pdf

Considerações de natureza ética e profissional

Os artigos com perfil político ou os artigos com avaliações tendenciosas ou incorretas de outros trabalhos científicos e outros especialistas não são aceites para publicação. Mantemos um processo de double-blind peer-review e temos revisores com elevadas qualificações académicas e experiência prática no domínio da enfermagem oncológica. A nossa prioridade são os artigos inovadores a nível científico e com importância efetiva para a enfermagem oncológica. Valorizamos a investigação aplicada, bem como a prática baseada em evidências.

Publicação Enganosa

Os artigos devem ser originais e não devem incluir dados manipulados ou informações fraudulentas. Os artigos devem descrever resultados com o máximo de precisão possível, e evitar usar declarações de opiniões como sendo factos. O manuscrito deverá apresentar os resultados de forma direta e não induzir o leitor em erro ou gerar mal-entendidos. É importante analisar o significado dos resultados e, ao mesmo tempo, é fundamental não sobre-interpretar os resultados. Uma interpretação excessiva ou tendenciosa não irá contribuir para os avanços científicos e irá induzir os leitores em erro.

Normas éticas para publicação na Revista

A publicação de um artigo numa revista peer-reviewed é um componente essencial no desenvolvimento de uma rede de conhecimentos coerente e respeitada. Trata-se de um reflexo direto da qualidade do trabalho dos autores e das instituições que os apoiam. Os artigos peer-reviewed sustentam e incorporam o método científico. Assim, é importante chegar a um consenso sobre as normas de comportamento ético para todas as partes envolvidas no ato de publicação: autor, editor-chefe, revisor, editor e sociedade. O Conselho Editorial da Revista Onco.News encara as suas funções de tutela sobre todas as fases de edição com a máxima seriedade e reconhecemos as nossas responsabilidades éticas e outras. Estamos empenhados em garantir que a publicidade, a reimpressão ou outras receitas comerciais não têm impacto ou influência sobre as decisões editoriais. Além disso, a Revista Onco.News e o seu Conselho Editorial irá ajudar nos contactos com outras revistas e/ou editores sempre que for útil e necessário.

Proteção dos Participantes da Investigação e Consentimento Informado

A revista Onco.News apoia as políticas de proteção dos participantes em investigação do International Committee of Medical Journal Editors (ICMJE)
http://www.icmje.org/recommendations/browse/roles-and-responsibilities/protection-of-research-participants.html.
Ao reportar investigações que envolvem dados de seres humanos, os autores devem indicar se os procedimentos seguidos foram avaliados por uma comissão de ética (institucional e nacional), ou, na ausência de comissão de ética formal, os autores devem referir que os procedimentos estavam em conformidade com a Declaração de Helsínquia, revista em 2013. Se houver dúvida de que a investigação foi realizada em conformidade com a Declaração de Helsínquia, os autores devem explicar a razão para a sua abordagem do estudo e demonstrar que a instituição aprovou explicitamente todos os aspetos do estudo. A aprovação de uma comissão de ética não impede o editor de formar o seu próprio julgamento sobre a adequação da investigação.
Os doentes têm direito à privacidade que não deve ser violado sem consentimento informado. As informações de identificação, incluindo nomes, iniciais, ou números de hospitais não devem ser publicadas em descrições escritas, fotografias ou genealogia a menos que a informação seja essencial para fins científicos e que o paciente (ou tutor legal) dê consentimento informado por escrito para autorização da publicação. O consentimento informado para este propósito requer que seja mostrado o conteúdo a um paciente identificável antes do artigo ser publicado.
Os detalhes de identificação não essenciais devem ser omissos. O consentimento informado sobre a possibilidade de identificação deve ser obtido se houver qualquer dúvida de que o anonimato pode ser mantido. Por exemplo, mascarar a região dos olhos em fotografias de pacientes é uma proteção inadequada do anonimato. Se forem visíveis características de identificação, os autores devem fornecer a garantia de que foi pedido o consentimento aos participantes para essa divulgação. O editor terá em consideração que as alterações às características de identificação não distorcem o significado científico.

Responsabilidades dos/as autores/as

Os autores devem garantir que os seus artigos são honestos, claros, precisos, completos e equilibrados, e devem evitar informações enganosas, seletivas ou ambíguas. No que diz respeito aos deveres dos autores, adotámos a declaração de posição Responsible research publication: international standards for authors que foi criada na 2ª Conferência Mundial sobre Integridade Científica. Estas normas estão disponíveis em http://publicationethics.org/files/International%20standards_authors_for%20website_11_Nov_2011.pdf.

Responsabilidades do Coordenador Editorial

O Coordenador Editorial deve considerar-se membro integrante da comunidade editorial profissional mais alargada, manter-se informado das políticas e avanços mais relevantes e garantir que a sua equipa editorial recebe formação adequada treinado e está igualmente informada sobre questões relevantes. Em relação aos deveres, adotámos a declaração de posição Responsible research publication: international standards for editors que foi criada na 2ª Conferência Mundial sobre Integridade Científica em http://publicationethics.org/files/International%20standard_editors_for%20website_11_Nov_2011.pdf.

Responsabilidades dos revisores

Os revisores desempenham um papel central e fundamental no processo de peer-review. Este processo tem um papel importante no sentido de garantir a integridade da Revista. O processo depende, em grande medida, da confiança estabelecida, e exige que todos os envolvidos atuem com responsabilidade e ética. Em relação aos deveres dos revisores, adotámos as COPE Ethical Guidelines for Peer Reviewers. Estas normas estão disponíveis em http://publicationethics.org/files/Peer%20review%20guidelines.pdf.

Declaração de Boas Práticas de Publicação

A má conduta académica (plágio, fraude, violação dos direitos de propriedade intelectual, etc.) sob qualquer forma não será tolerada pela revista. Em casos de suspeita de má conduta (plágio, fraude, violação dos direitos de propriedade intelectual, etc.), será formado um painel para avaliar o conteúdo da reclamação. Se a reclamação for baseada em elementos de prova, o artigo em causa será rejeitado da consideração para publicação na Revista Onco.News e todos os autores e as respetivas instituições serão informados. Nos casos em que o artigo já tenha sido publicado antes da má conduta ter sido identificada, será exigida uma retratação aos autores ou ao conselho editorial da Revista e o caso será tornado público. 

Declaração de Ético-Legal, de Responsabilidade e Conflito de Interesses

Os autores que publicam na Revista Onco.news DEVEM assinar uma Declaração Ético-Legal, de Responsabilidade e Conflito de Interesses. Ao assinarem a declaração, os/as autores/as afirmam que:
a) O artigo a ser submetido à Revista Onco.news é original, não se encontra publicado em qualquer outra revista, livro de atas ou capítulo de livro e não está atualmente em apreciação, na íntegra ou em partes, por outra revista;
b) Os/as autores/as conservam os direitos de autor e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution CC-BY-NC-SA que permite a partilha do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista;
c) O artigo não tem plágio e cumpre com rigor os processos de referenciação e citação estabelecidos pela Revista;
d) O artigo descreve com precisão, na metodologia, o cumprimento de todos os aspectos ético-legais para realização da investigação;
e) Todos/as os/as autores/as do artigo assumem total responsabilidade por qualquer má prática inerente aos princípios acima descritos, ou quaisquer outros que prejudiquem a dignidade científica da Revista e os princípios de rigor da comunidade científica;
f) A aprovação de uma instituição deve ser apresentada (se aplicável);
g) O parecer da Comissão de Ética deve ser apresentada (se aplicável);
h) Não possuem conflitos de interesse (pessoais, comerciais, académicos, políticos ou financeiros);
i) Todos os apoios financeiros e materiais recebidos para o desenvolvimento da investigação estão descritos no texto.

Todos os autores devem ler e concordar com as condições apresentadas nesta declaração e concordar com o facto de o autor correspondente poder assinar em seu nome. DEVE ser validada, juntamente com o artigo a ser submetido, a Declaração Ético-Legal, de Responsabilidade e Conflito de Interesses.